Central de Atendimento 24hrs - 0800702-8337

prosat@prosatbr.com.br / (84) 3642-3422 / 3302-6138 / (85) 3253-6560 / 4141-3442

Bicicleta roubada será cadastrada para facilitar localização em SP

Número de série do veículo deverá ser informado no boletim de ocorrência.Construção de ciclovias não foi acompanhada por aumento de infraestrutura.

O governo do Estado de São Paulo vai criar um banco de dados com informações sobre bicicletas roubadas. A mudança nas investigações visa atender a cobrança de ciclistas por mais segurança e está relacionada ao número de roubos de bicicletas na capital paulista, que disparou nos últimos três anos, segundo o Bom Dia Brasil.

O cadastro será realizado por meio do número de série gravado nas bicicletas. Ele deverá ser informado nos boletins de ocorrência, e assim o governo acredita que será possível identificar o veículo roubado, caso esteja em circulação. Não há informações sobre o início dos registros.

A construção dos 450 km de corredores de bike na capital paulista não foi acompanhada pelo investimento em infraestrutura, como iluminação e policiamento, em alguns de seus trechos.

Em uma ciclovia na Zona Oeste de São Paulo, uma jovem habituada a utilizar a bicicleta como meio de transporte foi agredida e ficou traumatizada há 20 dias. “Quando passei por ele, fui atingida no rosto, fiquei muito ferida e desmaiei”, contou Thais Serra, a relações públicas, que agora só utiliza táxi.

Os roubos e furtos de bicicleta cresceram em São Paulo nos últimos três anos. Entre janeiro e maio de 2014 foram registradas 833 ocorrências; em 2015, no mesmo período, o número saltou para 952, e em 2016 foram 1.136 casos.

Além do banco de dados, a Secretaria da Segurança Pública (SSP) informa que tem discutido com entidades de ciclistas. “Um ponto fundamental foi a ampliação do efetivo de agentes da Polícia Militar que já usam a bicicleta e foram encaminhados para lugares específicos, onde a inteligência apontou para uma necessidade maior de patrulhamento”, contou Daniel Guth, diretor da Ciclocidade.

Fonte: G1.globo.com



Rodapé